Nada se cria, tudo se copia…

Hoje li parte do livro House e a Filosofia – Todo mundo mente. Logicamente, comecei pelo capítulo que compara o detestável (e amado) médico com Sherlock Holmes. Estou animada preparando um post sobre as conclusões a que o autor chegou, mas não vou conseguir terminar hoje.

Para manter a minha meta de atualizar diariamente o blog, desencavei um texto que escrevi durante a faculdade sobre Gen – Pés Descalços. Originalmente, esse texto fez parte de um trabalho de Sociologia da Comunicação onde comparei o mangá a Maus de Art Spiegelman. Como o texto é muito grande, vou disponibilizar a maior parte em pdf.

Lembro que da primeira vez que li Gen, me deparei com uma realidade que nunca imaginado antes.  Existiram SOBREVIVENTES à explosão da bomba. Imaginar e acompanhar o sofrimento dessas pessoas não marcou apenas a leitura que tive do mangá. De certa forma, mudou para sempre minha vida.

Anúncios

Uma resposta para “Nada se cria, tudo se copia…

  1. Um quadrinho que mudou minha vida foi o número do Watchmen que mostra a origem do Rorschach.

    Não é possível aceitar muitas coisas depois de ler aquilo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s